Publicado em

Mitos e verdades: beber muita água melhora a voz profissional?

mitos e verdades- elisandra cabral - agua- voz profissional

Você já deve ter ouvido milhares de vezes que você tem que ingerir em média 2 litros de água por dia. Então quando você se lembra da água, ingere logo uns dois ou três copos para compensar o tempo que perdeu certo? Errado.Aprenda os mitos e verdades sobre o suo da água para a voz profissional. 

Tanto a falta quanto o excesso de água causam problemas ao organismo. E mais: o corpo humano tem uma maneira específica para absorver essa água. Neste post trouxemos a informação correta de como beber água para manter a sua voz hidratada, melhorar a sua oratória e aumentar a sua felicidade de qualidade de vida. Confira!

Entenda a formação do corpo humano

O corpo humano é formado por 70% de água e elimina diariamente cerca de 4 litros. Por isso a reposição é tão necessária.

Manter uma hidratação adequada, tonifica e embeleza a pele, mantém o equilíbrio eletrolítico do corpo e reduz a sensação de calor. Além de manter a sua voz hidratada para que possa falar em público.

Saiba os efeitos da falta de água para a voz

A escassez de água pode enfraquecer o organismo, desidratar a pele e provocar uma baixa no sistema imunológico. As pregas vocais podem ressecar ou acumular muco. Nos dois casos, prejudica a oratória.

Tenha cuidado com o excesso de água

O excesso de água pode causar inchaço como também pode eliminar sais minerais e vitaminas importantes para o organismo humano. A pior consequência é a sobrecarga dos rins.

Aprenda a beber água corretamente

Quanto a ingestão desordenada de água, ela não supre a necessidade orgânica, haja vista que o organismo só é capaz de absorver cerca de 200 mL de água por hora.

Na realidade, os adultos devem consumir 35mL de água por KG de peso e as crianças de 50 a 60 mL de água por KG de peso.

Mitos e verdades da temperatura da água para a voz profissional

mitos-e-verdades-elisandra-cabral-temperatura-agua-voz-profissional

Existem quatro temperaturas básicas para a ingestão de água: gelada, natural, morna e quente.

Água gelada

mitos-e-verdades-elisandra-cabral-agua-gelada-voz-profissional

A água quando ingerida gelada traz ainda o benefício de emagrecer. O corpo necessita mobilizar-se para manter a temperatura interna e quando ingerimos água gelada, para realizar essa manutenção, é obrigado a queimar gordura. No entanto, após as refeições, a água gelada congela a gordura ingerida e passa a ser uma má ideia.

Para a voz profissional é aconselhável analisar o ambiente em que você se encontra antes de ingerir água gelada. A água deve ser gelada em ambiente gelado, em ambientes mais quentes, prefira a temperatura natural. Esse procedimento evita choques térmicos nas pregas vocais.

Água natural

Essa é a temperatura que mais hidrata o corpo. Nesse caso, o suco natural também pode ser considerado como ingestão de água. A exigência é que seja feito da fruta, sem adição de açúcar e com água natural.

Água morna

É a predileta dos orientais. Há uma série de artigos que demonstram que dois copos de água morna em jejum ao acordar regula a função intestinal e traz uma série de benefícios ao corpo humano. Mas que é difícil para nós, ocidentais, tomar essa água, isso é! Não causa alterações significativas nas pregas vocais. Tome à vontade.

Água quente

É claro que aqui nos referimos à ingestão de chás! Os chás têm suas ações curativas por todo o organismo, dependendo da erva e da forma de preparo. Água quente conta como hidratação desde que a erva não seja diurética e que não se adicione açúcar. E cuidado: nada de queimar a língua e, principalmente, as pregas vocais.

Sem dúvida, a ingestão de água natural na proporção correta para o corpo é a melhor solução para a hidratação da voz profissional. Agora que você já sabe os mitos e verdades sobre o assunto, que tal aproveitar a visita e se tornar um expert no assunto? Leia nosso post sobre Falar em público: conheça 4 mitos e verdades das técnicas vocais.

Publicado em

Oratória de sucesso: como preparar sua voz para falar em público

oratória - elisandra cabral - voz hidratada

Se você faz parte de sua rotina de trabalho falar em público, provavelmente já ouviu falar em higiene vocal. No entanto, é pouco provável que saiba a dimensão da importância de realiza-la sempre.

O fato é que sem a higiene vocal não há voz eficiente. Nem com fonoaudiólogo, nem com professor de canto, nem com curso de oratória. Você precisa da higiene vocal para preparar a voz. Só depois tem como ela ser trabalhada por algum profissional.

Mas fique tranquilo! Neste post separamos tudo o que você precisa saber de higiene vocal para preparar a sua voz com as técnicas de oratória. Confira!

1 – Hidratar a voz ajuda na oratória

A água é imprescindível para o corpo humano. Manter as pregas vocais hidratadas é essencial para qualquer pessoa que queira falar em público.

Por isso, mantenha-se hidratado durante todo o dia. Se precisar marque um despertador para lembrar-se de ingerir água nos primeiros dias. Um copo por hora é mais do que suficiente.

Água gelada

Tome água gelada após consumir alimentos muito gelados como sorvetes e tigelas de açaí. A água gelada vai evitar que sua voz fique rouca após o uso desses alimentos.

E cuidado: nada de água gelada com café quente. Essa mistura, além de quebrar o esmalte dos dentes, prejudica as pregas vocais.

Achocolatados

O uso de achocolatados, leites e derivados provoca muco nas pregas vocais. Evitar esses alimentos antes de palestras é uma atitude inteligente, portanto.

Café

Geralmente quem toma café, não fica sem ele. E tudo bem. Desde que tome com moderação.

Evite, por exemplo, tomar cafés e chás que contenham cafeína, durante o intervalo do evento em que você for palestrar. A cafeína tem efeito desidratador para as pregas vocais, principalmente, nas mulheres.

Chás

No caso específico de chás que não contém cafeína, preste atenção se a temperatura ambiente não está muito diferente da de seu chá a fim de evitar choques térmicos.

2 – Cuidar da alimentação

Cuidado com a alimentação. Isso porque o alimento passa pelas pregas vocais antes de chegar ao estômago. Assim, é preciso cuidar para que o efeito dos alimentos não prejudique a sua oratória.

Alimentação pesada

Em seu dia a dia você pode se alimentar do que quiser, no entanto, quando for falar em público é melhor ter cuidado. A questão é que alimentos pesados precisam de muita energia para a digestão. Com a digestão mais lenta, a musculatura respiratória – o diafragma – trabalha mais devagar.

O seu corpo biologicamente decidi que fazer a digestão é mais importante do que falar. E essa atitude prejudica a sua palestra. Portanto, nada de feijoada antes do evento, ok?

Alimentação recomendada

Além de consumir alimentos mais leves 24 horas antes de suas apresentações em público, é aconselhável o uso de alimentos adstringentes. Esse tipo de alimento limpa as pregas vocais e ajuda na preparação da voz. O mais famoso deles é a maçã, mas procure consumir no período da manhã para evitar problemas com acidez durante o dia.

Uso de condimentos

Consumir comida com muitos corantes e conservantes também é desaconselhável. Prefira temperos caseiros e mais simples. Assim, você evita o desagradável refluxo gastresofágico. Não vai querer passar mal na hora da apresentação, vai?

3 – Saber a hora de falar

Oratória-elisandra-cabral-repouso-vocal

A sua voz precisa de um tempo para descansar pois ela tem um limite de funcionamento assim como os outros órgãos do corpo.  Dormir bem é essencial para a manutenção saudável do organismo como um todo. Repousar a voz também é ficar em silêncio. Fique em silêncio por algum tempo, depois de ter falado por um período prolongado.

E ficar em silêncio é ficar caldo mesmo. Sussurrar não é silêncio. E o sussurro atrapalhar quem precisa falar em público, porque força a voz em um tom que não lhe é normal.

Competição sonora

Evite conservas muito longas nos ambientes ruidosos que frequenta.

Observe sua voz a fim de verificar se não está usando um tom mais alto que o necessário para se comunicar, especialmente em ambientes ruidosos.

Procure reconhecer e diminuir situações em que tenha que realizar grande esforço vocal de forma a sentir tensão no pescoço, falta de ar durante o período de conversação ou ardor.

Resfriados e gripes

Minimize o uso da voz quando estiver resfriada ou gripada. É altamente desaconselhável ministrar aulas, cursos e palestras nesse estado.

É frequente o uso de pastilhas e sprays para compensar a falta de voz. Entretanto, esses produtos mascaram a dor e lesionam as pregas vocais.

Defina o que é mais relevante: adiar um evento ou perder a voz no meio da apresentação.

4 – Escolher a roupa certa

É claro que a sua vestimenta varia de acordo com a necessidade do evento. Porém, procure sempre usar a roupa adequada para o clima. Dê preferência para roupas que não apertem a região do pescoço e do diafragma. Quanto aos sapatos, evite saltos muito altos para prevenir tensões na coluna.

Oratória-elisandra-cabral-roupa-ideal-palestras

5 – Evitar mudanças bruscas de temperatura

Quando tiver que sair para outro ambiente que esteja mais quente, beba um copo de água natural antes de sair.

Quando sair para um ambiente de clima mais frio, beba um copo de água gelada antes de sair.

Esse procedimento evita o choque térmico das pregas vocais.

6 – Articular corretamente as palavras

Procure articular de forma correta às palavras, abrindo bastante a boca para amplificar os sons. Seja cauteloso com essa abertura, conhecendo seu limite para não prejudicar a articulação temporomandibular. Esse é um dos motivos de recomendarmos que você procure um curso de oratória em que a palestrante tenha conhecimento de fonoaudiologia. 

Cuidar da voz é essencial para melhorar a oratória de quem quer falar em público. Com esses cuidados de higiene vocal, você vai prevenir danos posteriores à sua saúde.

Gostou dessas dicas? Então siga Elisandra Cabral nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Instagram e no Linkedin.

Publicado em

Smarketing: como unir o time de marketing com o time de vendas

smarketing - elisandra cabral

Se você trabalha em uma empresa que tem um time de vendas e um time de marketing, já entendeu que existem rivalidades entre os dois.  A grande disputa acontece para saber qual o time mais importante da empresa. E de smarketing, já ouviu falar?

A resposta é simples: os dois. A empresa precisa dos dois times para alcançar as metas de vendas. Portanto, é importante que eles trabalhem alinhados. O smarketing é justamente a maneira de fazer com que os dois times trabalhem em harmonia.

Nunca ouviu falar? Não se preocupe! Neste post trouxemos tudo o que você precisa saber para unir o time de marketing com o time de vendas. Confira!

1 – Reúna as equipes de marketing e de vendas

O primeiro passo para ter uma equipe de marketing e de vendas alinhadas é parar de trata-los como se fossem dois times. Reúna as duas equipes e as transforme em um único time.

E, a partir desse momento, as reuniões deles serão em conjunto. Você terá reuniões com o time de smarketing.

2 – Defina uma meta única para o time de smarketing

smarketing-elisandra-cabral-objetivo

O time de marketing tem metas como trazer maior visibilidade para a marca, aumentar a autoridade da marca; lançar um novo produto no mercado.  Por outro lado, o time de vendas tem metas que se relacionam a vender mais.

O time de smarketing tem uma única meta a ser atingida: vender mais.

E para vender mais, vai ser preciso que as metas de marketing sejam alcançadas, assim como as de vendas.um ajuda a outro. Sem a propaganda do produto, não há cliente. Sem o feedback do cliente não há como melhorar o marketing.

3 – Estabeleça uma comunicação comum

O seu time precisa se comunicar de maneira eficiente. Nada de prender informações. Por isso deixe claro que não é uma competição. É uma equipe que busca um único objetivo.

Veja com os funcionários a melhor maneira de estabelecer essa comunicação entre eles. Seja online ou off-line, o importante é que ela seja dinâmica e eficiente.

4 – Trace um caminho cíclico

É preciso fazer um ciclo para a venda de cada um dos produtos que a empresa oferece. Esse ciclo tem que ficar claro para o seu time de smarketing.

Você tem uma caneca para vender. Ela já está pronta e já passou por todo o processo de qualidade e de escolha de estampa. Agora é com o time de smarketing.

smarketing-elisandra-cabral-ciclo-de-comercialização-do-produto

O pessoal do marketing vai determinar a persona (perfil do cliente) e fará toda a mídia voltada para ela. Todas as propagandas tradicionais ou de inbound marketing serão feitas dessa maneira. Tudo isso será esquematizado de forma simples e ficará em uma área comum.

O pessoal de vendas vai olhar todo o esquema de marketing e atender aos clientes. Após o atendimento dará um feedback na área comum. Devem ser repassadas tanto as informações positivas quanto as negativas.

Esse é um processo dinâmico e ininterrupto que fará com que os dois times possam alcançar a meta única que é vender mais.

5 – Mensure os resultados

Estabeleça uma meta viável de venda e mensure os resultados diariamente. É preciso medir cada uma das estratégias de marketing e de vendas utilizadas. Com essas informações você conhecerá mais a sua persona. E quanto mais você conhece o cliente, mais você vende.

O smarketing é uma técnica que veio para harmonizar o time de marketing com o time de vendas de sua empresa. Agora que você já sabe como aplica-lo, aproveite a visita para aprender como gerenciar conflitos neste post.

Publicado em

Relacionamento interpessoal: como resolver conflitos com sucesso

resolver conflitos - elisandra cabral - origem do problema

Resolver conflitos nas empresas é tarefa árdua. No entanto, alguns pontos podem fazer com que essa solução aconteça de forma mais eficiente.

Isso porque os problemas entre os funcionários geralmente acontecem por falha na comunicação. Neste post preparamos dicas para resolver conflitos. Confira!

1 – Identifique o ponto de conflito

A primeira ação ao se deparar com um conflito em sua empresa é saber qual a origem do problema. É preciso identificar se a origem é profissional ou pessoal.

Muitas vezes, as pessoas que passam por problemas com os filhos, com a família, com parentes. E o reflexo dessas questões chega ao ambiente de trabalho. O funcionário se torna nervoso, ansioso, estressado e termina por descontar em seus colegas.

Outras vezes, os conflitos acontecem exatamente no local de trabalho. São brigas por metas, bônus, reconhecimento pessoal. Os funcionários prendem informações e dificultam a vida dos colegas para que eles não rendam mais.

Dessa maneira, ao identificar a real origem do problema você já pode começar a analisar a situação para resolver conflitos.

2 – Avalie a repetição do tipo de conflito

Outro fator interessante é a quantidade de vezes que o mesmo tipo de conflito ocorre. Notando que há uma repetição, procure saber o motivo dela. Listamos aqui algumas situações correntes nas empresas com dicas rápidas de solução:

Situação 1: É o mesmo funcionário com o mesmo tipo de conflito

O problema pode ou não estar no funcionário. Avalie o tempo de empresa que ele tem e se o conflito é gerado por uma questão empresarial ou não.

  • João é funcionário novo e está tendo conflitos por querer modificar os processos dentro da empresa com ideias inovadoras. Escute as ideias e mostre ao João a cultura da empresa. Quem sabe não é interessante o que ele está propondo?
  • Joaquim é funcionário antigo e está incomodado porque José, que entrou há dois anos, foi promovido. Todas as vezes que alguém é promovido, Joaquim cria um problema na empresa. Converse com Joaquim e analise se existe uma forma de promovê-lo também. Você pode trocar a função exercida por ele sem ter que mexer no salário. Não deixa de ser uma promoção, não é mesmo?

Situação 2: É o mesmo funcionário com tipos de conflitos diferentes

O problema, provavelmente, está no funcionário. Tenha uma conversa em particular com ele e o escute.

  • Mário é funcionário antigo e seu salário é mantido no mesmo valor por muito tempo. Verifique o plano de carreira da empresa e converse com Mário.
  • Mariana é funcionária e está em uma série de conflitos que vem acontecendo na empresa. Pense em ter uma conversa franca com ela para analisar se o problema é realmente profissional ou pessoal.

3 – Reúna-se separadamente com as partes

resolver-conflitos-elisandra-cabral-conversa-individual

Os funcionários criaram um problema tão grande que chegou a você todo rebuscado. A solução mais viável para resolver conflitos é escutar as partes em separado. Juntas, você já sabe que não haverá consenso.

Leva um pouco mais de tempo ouvir as pessoas em separado, mas vale a pena. Aproveite e já trace um perfil dos funcionários. Devolva o problema: pergunte a eles mesmos, como eles gostariam que a questão fosse resolvida.

4 – Faça uma reunião para resolver conflitos

Após a conversa com as partes envolvidas em separado, convoque todos os envolvidos para uma reunião. Tenha uma pauta antes de falar e exponha essa pauta a eles.

Seguindo a pauta, dê você a interpretação do conflito e veja se as partes concordam. Como, “nós estamos aqui porque Joaquim e Mario se desentenderam quanto a quem vai apresentar o novo produto da empresa. Joaquim se acha mais habilitado por saber técnicas de oratória. Mário quer a preferência por saber montar uma apresentação impecável. Esse é o problema, concordam? ”

Após a concordância deles, proponha uma ação efetiva. “Neste momento vamos optar por Mario porque o foco é na imagem ou por Joaquim porque a oratória dele vai convencer os acionistas”.

resolver-conflitos-elisandra-cabral-encerre-a-reunião

Terminou a pauta? Encerre a reunião.

Agora que você já sabe como resolver conflitos em sua empresa, que tal aprender a preveni-los? Leia nosso post: Aprenda a prevenir conflitos em sua empresa com 5 passos eficientes.

Publicado em

Aprenda a prevenir conflitos em sua empresa com 5 passos eficientes

Prevenir conflitos - Elisandra Cabral - feliz ano novo

Começar o ano em sua empresa com o pé direito é um luxo. E você pode desfrutar dele! Para isso, basta aprender a prevenir conflitos. Assim o clima de paz e amor do Ano Novo pode durar o ano inteiro.

Para manter esse ânimo, separamos cinco passos eficientes na prevenção de conflitos empresarias para você aplicar imediatamente na empresa em que trabalha. Confira!

1 – Mostre respeito

O respeito é a base de todo relacionamento humano saudável. No ambiente empresarial não tem como ser diferente.Está na moda dizer que é preciso respeitar as diferenças entre as pessoas. E, apesar do modismo, é verdade.

Quanto maior a organização, maior a diversidade de pessoas, culturas e posturas. Portanto, uma dica interessante é investir na cultura de sua empresa. Já que o local de trabalho parece ser o único ponto em comum entre pessoas tão diferentes, fortaleça a cultura organizacional.

2 – Expresse gratidão para prevenir conflitos

Prevenir-conflitos-Elisandra-Cabral-gratidão

As pessoas gostam de ser agradecidas por aquilo que fazem. Dessa maneira, expressar gratidão pela boa vontade delas é essencial. Ao empoderar um funcionário, por exemplo, expresse gratidão por ele cumprir as obrigações que você atribuiu. A tendência é que ele se esforce a cada dia mais para se autossuperar e ser feliz.

Ao reconhecer a importância dos funcionários, evita-se também o famoso ciúme. É importante que a empresa tenha um programa de ascensão e recompensas pelos quais os funcionários lutem. No entanto, é imprescindível que seja uma disputa saudável, cheia de respeito e gratidão para manter o ambiente harmonizado.

Em harmonia todo mundo ganha mais: a empresa, os funcionários e você.

3 – Assuma erros e aceite críticas construtivas

Assumir os próprios erros é uma demonstração de humildade e, principalmente, de sabedoria. É complicado ter todas as respostas para todas as ocasiões. Portanto, escutar críticas construtivas e voltar atrás pode ser muito produtivo.

Uma dica para colocar isso em prática sem maiores problemas é fazer uma espécie meetup na empresa ao final do expediente. O meetup é uma forma de reunião rápida em que os funcionários falam em até dois minutos como foi o dia deles. Apresentam os principais avanços, as maiores dificuldades e expõem suas sugestões.

Existe meetup para todo tipo de gueto e de tema, crie um para a sua empresa. Aproveite o momento para assumir seus erros e ouvir soluções. Assim você vai prevenir conflitos, inclusive de interesses.

4 – Seja proativo

Prevenir-conflitos-Elisandra-Cabral-proatividade

A proatividade é a qualidade de prever os problemas que estão para acontecer. Um funcionário deve ser capaz de enxergar o todo e ao mesmo tempo focar em suas tarefas.

É importante dizer que ser proativo não é fazer o trabalho de outra pessoa e muito menos passar por cima dela. Até para ter qualidade é necessária cautela. Observe sempre se não está passando por cima de ninguém quando decidir resolver uma questão que não está ligada diretamente às suas atividades.

5 – Resolva os desafetos em particular

Sabe aquele ditado que diz “elogie em público, critique em particular”? ou aquele mais antigo que versa “roupa suja se lava em casa”?  Então, aplique-o.

Se você tem um desafeto no trabalho, procure-o e converse. O diálogo ajuda a prevenir conflitos maiores.

Uma ideia da psicologia importante é que quando for resolver problemas, conte ao seu desafeto a respeito do seu sentimento. Como, “eu vim aqui falar com você do meu sentimento de tristeza por essa situação X”.

Acusar o outro, coloca-o em posição de defesa. Quando você chega e fala a respeito de si mesmo, essa barreira é quebrada.

Prevenir conflitos é uma arte que vale a pena aprender. O clima organizacional merece ser mantido em harmonia. Agora que você já aprendeu os cinco passos eficientes prevenir conflitos, assine nosso newsletter e fique por dentro dessas dicas direto em sua caixa de entrada. É só deixar seu email aqui.

Publicado em

Mensagem de Natal: Assista agora à mensagem de Elisandra Cabral

Mensagem de natal - Elisandra Cabral

Mensagem de Natal de Elisandra Cabral:

Transcrição do Vídeo:

No Natal a gente sempre agradece
Por Jesus ter nascido em Belém
Mas nem sempre se lembra na prece
Que ele nasce na gente também

E nos livra de todo o pecado
E de tudo quanto há de ruim
Meu Jesus querido, obrigado
Por nascer aqui dentro de mim

Por tornar esta vida bonita
Mesmo sendo este mundo cruel
Pelo Espírito que em nós habita
E o caminho que nos leva ao céu

Pelas flores que têm florescido
Por que eu posso cantar a canção
Obrigado meu Jesus querido
Por nascer dentro em meu coração

Eu sou a Palestrante Elisandra Cabral e deseja a você e à sua família um feliz natal!

(Créditos: Obrigado Jesus, Por Nascer – Wolô; Fotografia e filmagem: Iara.bc)

Publicado em

Felicidade e qualidade de vida: 20 dicas para dormir melhor

Felicidade e qualidade de vida - elisandra cabral - mude seus hábitos

Se você busca felicidade e qualidade de vida, precisa descansar. Dormir bem é bom para a sua saúde física e mental.

Quando você tem problemas para dormir, a oxigenação do seu cérebro não é feita adequadamente, e você se concentra menos. O seu corpo trabalha mais devagar e em longo prazo o prejuízo pode ser enorme.

Pessoas que não dormem bem, dificilmente são felizes. Por isso, preparamos neste post 20 dicas para você dormir melhor e tornar sua qualidade de vida muito maior. Continue lendo!

Mude seus hábitos para ter felicidade e qualidade de vida

1. Evite consumir bebida alcoólica duas horas antes de dormir

Se você for sair com os amigos para beber, consuma antes, um copo de caldo de laranja (sem gelo, sem água e sem açúcar). A fruta contém frutose que acelera o metabolismo do álcool em até 25 % no organismo.

2. Evite consumir alimentos pesados duas horas antes de se deitar

Não consuma cafeína, colas, chá preto, energéticos e chocolates após as 18 horas.

3. Evite ingerir líquidos duas horas antes de dormir

Eles terão que ser eliminados no período noturno e você terá de interromper o sono para ir ao banheiro.Liberado apenas o leite, pois contém triptofano, hormônio que ajuda a desacelerar o organismo.

4. Evite fumar

A nicotina tem substâncias que atingem sua aceleração orgânica máxima ao final do dia.  O que faz com que os fumantes tenham mais dificuldades para dormir devido a falta de oxigenação dos pulmões. Se você precisava de mais um motivo para parar de fumar.

5. Procure dormir e acordar sempre nos mesmos horários

Dormir até tarde no final de semana desregula seu relógio biológico.

6. Se você tem insônia, evite dormir durante qualquer outro horário do dia

O sono percorre ciclos e quando se deita durante o dia, você interrompe os ciclos do sono noturno.

7. Faça uma sesta de até 15 minutos

Não ultrapasse esse tempo, pois você pode ficar meio “grogue” no restante da tarde.

Exercite-se:

Felicidade-e-qualidade-de-vida-elisandra-cabral-exercite-se

8. Faça uma caminhada noturna de 15 minutos ou pratique exercícios físicos noturno

Pare de se exercitar duas horas antes de se deitar. O organismo precisa desacelerar. E, de acordo com um estudo do Journal of the American Medical Association publicado recentemente, um passeio curto e intenso é suficiente para ajudar o sono.

9. Perca peso

 O excesso de peso além de atrapalhar suas funções diárias, ainda é um potencial responsável por insônia, apneia do sono e ronco.

Prepare o ambiente:

Felicidade-e-qualidade-de-vida-elisandra-cabral-prepare-o-ambiente-para-dormir

10. Decore seu quarto com cores claras ou pastéis

Cores quentes ativam o sistema circulatório atrapalhando o início do sono.

11. Coloque sua cama com a cabeceira voltada para o norte

Durma com a cabeça apontada para o norte-leste (use uma bússola, se preferir). Apesar da crendice muçulmana de que não se deitar com a cabeça para o sul, o Centro do Sono de Berkeley, nos Estados unidos, comprovou que a pressão arterial chega a seu nível mínimo e o sono se torna profunda, quando a cabeça está voltada para o norte, em virtude do magnetismo da Terra assim como da velocidade de rotação da mesma, que chega a 1700 quilômetros na linha do Equador.

12. Deixe seu quarto escuro para dormir

A escuridão faz com que a glândula pineal libere melatonina e serotonina, hormônios responsáveis pelo sono. Se usar o banheiro a noite, deixe a luz apagada, se possível. Ao acendê-la você interrompe essa produção.

13. Se tiver insônia, retire o relógio de sua vista

Quanto mais o insone olha para o relógio, maior sua preocupação ao dormir, e, portanto, maior o estresse, a ansiedade e a liberação de cortisol no corpo, então mais insone a pessoa fica.

Prepare-se para se deitar:

14. Use uma agenda ou caderneta de anotações para anotar suas atividades do outro dia

Se você estiver preocupado em montar sua agenda mentalmente antes de dormir, você pode ativar o cérebro cognitivamente (com liberação de cortisol) e provocará insônia. Além disso, o papel é a certeza absoluta, de que seus afazeres futuros não serão esquecidos.

15. Tome um copo de leite morno antes de dormir

O triptofano é o aminoácido presente no leite que ajuda a dormir. Quando o leite é aquecido, a assimilação do triptofano é acelerada no organismo. Você pode usar tanto leite de vaca como leite vegetal. 

Misturar o leite com especiarias como a canela, pode tornar o leite ainda mais saboroso. 

16. Use meias para dormir

Uma pesquisa na Suíça comprovou que os homens que usam meias para dormir, adormecem 50 % mais rápido em virtude da vasodilatação que é provocada quando as extremidades do corpo estão quentes. Dessa maneira, o organismo atinge a temperatura ideal para dormir.

17. Procure se deitar na cama apenas quando quiser dormir

Não use a cama para assistir televisão, fazer leituras ou teclar no computador. A utilização da cama apenas na hora de dormir é internalizada pelo cérebro.

18. Não use remédio para dormir por mais de um mês sem receita médica

Os Fármacos soporíferos são medicamentos que tem eficiência pontual no período de 30 dias. Após esse tempo, perdem a eficiência, aumentando a quantidade do sono, sem aumentar a qualidade do sono.

19. Se não conseguir dormir de jeito nenhum, uma alternativa é escutar música no escuro

Músicas instrumentais, lentas, clássicas ou com sons de natureza, estão entre os sons indicados. Assistir a televisão, mesmo que no sofá, não é recomendado, haja vista que quando o programa é interessante a pessoa vai tentar dormir novamente somente no final da programação e não quando o corpo pedir descanso.

Acorde bem:

20. Evite despertadores muito barulhentos

É estressante para o organismo acordar repentinamente em meio a sons altos, a começar pelo disparate cardíaco que provoca no coração. O uso de despertares torna-se dispensável para aqueles que têm uma regularidade de horário para dormir. Se for realmente necessário para você usar um despertador, mantenha-o a três metros de sua cama, coloque uma música mais calma para despertar, e regule o relógio, de forma a iniciar a música, 5 minutos antes do tempo de acordar. Dessa maneira o corpo vai acordando gradualmente.

Agora que seu sono já está garantido e sua felicidade e qualidade de vida também, aproveite a visita para assinar o nosso newsletter e ficar por dentro dessas e outras dicas diretamente em sua caixa de e-mail.  

Publicado em

Como fazer uma pauta de reunião eficiente em sua empresa

pauta de reunião eficiente - elisandra cabral

Final de ano chegando e a empresa precisa fechar balanços e fazer o planejamento estratégico para o ano que vem. As reuniões são inevitáveis e os funcionários estão cansados.Você precisa de uma pauta de reunião eficiente para dar conta de tudo o que precisa ser feito.

Sem contar que o setor de vendas não para e você tem que gerenciar os temporários dentro da nova lei trabalhista. Resumindo: está um caos! e você não está feliz.

No entanto esse caos pode ser organizado se você souber fazer uma pauta de reunião eficiente. Neste post, trouxemos o passo a passo para você atingir suas metas sem desgastes desnecessários.

1 – Estabeleça uma comunicação objetiva

A linguagem a ser utilizada nas reuniões de final de ano tem que ser objetiva. O tempo é corrido e as atribuições são enormes. Portanto, estabeleça pontos a serem tratados antes de iniciar qualquer reunião.

Falando em comunicação é importante comunicar a todos os funcionários o cronograma de reuniões. Assim, monte uma tabela com horários e os nomes dos funcionários convocados para cada reunião.

2 – Delegue funções

Se você for conversar com todos os funcionários de sua empresa, terá um gasto de tempo enorme. Por isso, delegue funções. Chame um funcionário responsável por cada departamento da empresa e faça uma reunião geral com todos eles. A ideia é criar multiplicadores.

Quando for necessário se reunir com um setor inteiro, empodere uma pessoa para anotar as sugestões em um quadro. Determine o tempo do processo e faça uma finalização adequada.

3 – Monte equipes com metas objetivas

É essencial que as metas sejam colocadas de maneira objetiva. Você pode querer vender mais, mas vender mais quanto? Quantas fantasias da mulher maravilha tamanho P você quer vender?

Quanto mais clara e específica a meta, maior a chance de a equipe conseguir cumpri-la.

4 – Faça um mural de sugestões

mural-de-sugestões-permanentes-puata-de-reunião-eficiente-elisandra-cabral

Deixe permanente na empresa um mural de sugestões para os funcionários. Muitas vezes, eles têm ideias que solucionam problemas e lhe poupam uma série de reuniões.

Para tornar a ideia mais interessante, peça as pessoas para se identificarem nos papeis e premie quem tiver a melhor ideia.

5 – Construa uma pauta de reunião eficiente

De posse dos assuntos a serem tratados, da lista de funcionários convocados, do horário previsto, das metas estabelecidas e das sugestões acatadas, é hora de montar a sua pauta. Para tanto, insira uma hierarquia de temas a serem abordados. Coloque o tempo que pretende discutir cada um deles.

Delegue a uma pessoa a função de seguir com os horários pré-estabelecidos. Marque os pontos que necessariamente precisam ser solucionados naquele momento. Sinalize os que podem ficar em aberto.

Geralmente os pontos em aberto são aqueles em que a equipe não consegue pensar em uma solução imediata. Determine o tempo para sugestões chegarem por e-mail e marque como item prioritário para a próxima reunião.

modelo-de-pauta-de-reunião-eficiente-elisandra-cabral

Antes de encerrar a reunião lembre-se de agradecer a presença de todos e de frisar os pontos resolvidos, assim como a data do próximo encontro.

Agora que já lhe contamos como fazer uma pauta de reunião eficiente, que tal deixar nos comentários algumas dicas para a gente. Responda à pergunta: qual a melhor maneira de fazer uma reunião de negócios?

Publicado em

Natal na empresa: como preparar a melhor festa de fim de ano

Natal na empresa - Elisandra Cabral

Final de ano chegando e é a hora do natal na empresa. As dúvidas para esse momento são enormes e incluem desde os tempos de crise às motivações dos funcionários.

Entretanto, realizar uma confraternização corporativa é uma maneira muito eficiente de lidar com os problemas internos da organização. Você pode aproveitar o momento para conhecer melhor os funcionários e alinhar os times das diferentes equipes de trabalho.

Neste post, trouxemos algumas dicas para você preparar a melhor festa de fim de ano de sua empresa. Confira!

Aprenda a investir no natal da empresa

A primeira ideia que você precisa ter em mente é que o natal na empresa é um investimento e não uma despesa. E, como todo investimento, é necessário planejamento. Por isso, programe o evento com antecedência e fique dentro do orçamento.

Envolva os funcionários para a festa de confraternização

A festa é para os funcionários, portanto, eles precisam estar envolvidos no processo. Faça uma enquete para descobrir o tipo de festa que os funcionários desejam. Deixamos abaixo um pequeno questionário, simples, rápido e objetivo para lhe ajudar.

Natal-na-empresa-Elisandra-Cabral-enquete

Comunique as decisões da festa

Após a análise do questionário, comunique aos empregados o que ficou decido. Chega de ser democrático, não é possível agradar a todos de qualquer forma. Faz parte do trabalho de um líder tomar decisões.

Uma forma interessante de fazer esse comunicado é por meio de um folder digital contendo os principais pontos da festa. E não se esqueça de fazer um convite bem temático.

Integre os participantes da empresa

O grande segredo para o sucesso de qualquer evento está na expectativa daqueles que vão comparecer. As pessoas se preparam para ir a confraternizações. Aposte nisso!

Para promover a maior integração para a festa, crie um grupo de WhatsApp específico para isso ou um evento na página do Facebook.

Insira perguntas diárias que promovam o engajamento dos participantes, como:

  • O que vocês acham de um kit da Cheiro & Cor para sorteio na festa?
  • Onde podemos alugar um vestido legal?
  • Qual a roupa masculina mais adequada para a ocasião?

Natal-na-empresa-Elisandra-Cabral-Cheiro-Cor

Perguntar a respeito de tipos de dinâmicas a serem feitas, pode ser uma boa ideia. Enfatize a intenção de incluir todos os presentes – de maneira opcional, é claro – e evite brincadeiras que possam gerar desconforto para os funcionários como inimigo oculto. E lembre-se: dinâmicas não são obrigatórias no natal da empresa, o bem-estar dos funcionários sim. Se você achar que é melhor, retire-as da programação e deixe os sorteios ou quem sabe até um miniconcurso de dança.

Incentive outros funcionários a colocarem suas dúvidas, postarem fotos com sugestões. Não monopolize o grupo, ok?

Aproveite o momento para o endomarketing

O momento do natal na empresa é uma ferramenta poderosíssima para práticas de endomarketing.

Para isso, aproveite a decoração da festa para fortalecer a identidade da marca, usando as cores da logomarca.

Inclua os empregados na cultura da empresa inserindo valores no evento. Uma pequena apresentação de Power point ou um vídeo interno curto e bem editado são muito bem-vindos. Um discurso rápido e coerente de boas vindas, também. 

Parabenize todos aqueles que atingiram as metas e monte uma única meta genérica para o próximo ano: vender mais!

Se a empresa for lançar um novo produto ou serviço, esse é o momento de comunicar em primeira mão aos funcionários. Faça todo o possível para que eles interajam com a novidade.

Mensure a satisfação dos funcionários com o natal na empresa

Seja criativa na hora de pedir que as pessoas avaliem o evento. Um pequeno questionário enviado por e-mail para aqueles que comparecem à festa, é eficiente e não chateia ninguém.

Com essas dicas, você vai preparar a melhor festa de natal na empresa em sua organização. Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário que a gente responde rapidinho.

Publicado em

10 superdicas de preparo de slides para falar em público

superdicas - falar em público - elisandra cabral

Você vai fazer uma apresentação para a equipe de sua empresa ou mesmo para um evento maior. Já sabe quais as técnicas de oratória que funcionam e já fez toda a preparação prévia. Agora é hora de cuidar do apoio visual.

A forma mais comum de apoio para apresentação de palestras é a utilização de slides. O problema é que existem tantas maneiras de prepara-los que você está confuso. Chega de preocupações! Neste post, separamos 10 superdicas para você preparar slides eficientes antes de falar em público.

1-Coloque um título

A sua apresentação vai precisar de um título geral, que vai no primeiro slide. Nos demais, é importante colocar subtítulos para que o público saiba o assunto que está sendo abordado.

superdicas-falar-em-público-elisandra-cabral-título

2-Faça legendas

Fazer legendas é útil no momento de preparação da apresentação. Isso porque ao colocar a legenda, você vai decorando o que deve ser dito em cada slide.

3-Escreva em letras legíveis

Fazer uma apresentação com fontes diferenciadas tudo bem. No entanto, é preciso checar se elas são legíveis. Para isso, escreva o alfabeto inteiro naquela fonte e veja se não há nenhuma confusão de letras.

superdicas-falar-em-público-elisandra-cabral-escolha-fontes

4-Limite a quantidade de tamanho das letras

A apresentação tem que ser padronizada para que fique claro ao público a mensagem que está sendo passada. Por isso, faça um gabarito com o tamanho das letras que for utilizar.

superdicas-falar-em-público-elisandra-cabral-gabarito-fontes

5-Componha frases curtas para falar em público

Tudo o que estiver escrito no slide, o público quer ler. Se existem frases muito longas, além do risco de ficarem confusas, há o fato de que o leitor vai prestar mais atenção no slide do que em você.

Componha frases com sujeito, verbo, predicado e ponto final. Assim a mensagem ficará simples, direta, concisa e eficiente.

6- Use poucas linhas

Se existe algo deselegante em apresentações é um slide cheio de escritos. Tão cheio que dá preguiça de ler!

Usar poucas linhas faz com que você se lembre do que precisa ser dito. Chame a atenção dos expectadores para slide contendo apenas o essencial. Deixe que o foco da palestra seja você!

7- Insira apenas uma ideia em cada slide

Slide é parecido com parágrafo na língua portuguesa: uma ideia, um slide. A apresentação pode ter quantos slides você quiser, mas é preciso que cada um deles contenha uma única mensagem.

Assim o público entende perfeitamente aquilo que você quer transmitir.

superdicas-falar-em-público-elisandra-cabral-mensagem-eficiente

8- Utilize as superdicas de cores

Pode até parecer misticismo, mas o fato é que o uso de cores tem funções pré-determinadas. A imagem que se quer passar em uma apresentação é feita por um conjunto de fatores. Esses incluem tanto as letras, quanto as imagens e suas cores.

Aposte no azul para mostrar inovação e no verde, para eficiência. Já para chamar a atenção utilize o laranja e até mesmo o vermelho. Para alegrar o ambiente, tente um amarelo. E assim, sucessivamente.

Vale a pena dar uma olhadinha na cromoterapia antes de combinar letras, pano de fundo e imagens em slides.

superdicas-falar-em-público-elisandra-cabral-cores

9- Padronize uma ilustração por slide

O mesmo das ideias é válido para as ilustrações. Uma imagem por slide para não ficar confuso.

Pode usar montagem, gif e até mesmo gráficos e vídeos. Desde que seja mantido o padrão de uma imagem por slide.

superdicas-falar-em-público-elisandra-cabral-padronização-imagem

10- Retire tudo o que prejudicar a compreensão da mensagem

Já viu aqueles slides em que a pessoa inventa tanta moda que no final ninguém sabe qual a serventia daquela mensagem?

Quando revisar a sua apresentação, retire tudo aquilo que possa parecer confuso ou cheio demais. É melhor ter que refazer os slides antes do que durante a palestra, não é mesmo?

superdicas-falar-em-público-elisandra-cabral-slide-final

Com essas 10 superdicas, certamente a sua próxima apresentação será um sucesso. Falar em público é uma arte, por isso, aproveite a visita para deixar uma dica para a gente também. Contamos com você!